sábado, 30 de abril de 2011

Agnosticismo: Uma falácia lógica

Vamos discutir sobre o agnosticismo. Posição definida por muitos como a mais racional.

O agnóstico por definição:

" ... como alguém que acredita que a questão da existência ou não de um poder superior (Deus) não foi nem nunca será resolvida."

Contudo, isso não responde nada. Um crente pode afirmar a mesma passagem acima, e ainda assim acreditar em Deus pois se baseia na fé. O ateu pode afirmar a mesma passagem e não acreditar em Deus, pois sua opinião se baseia em todo o conhecimento empírico acumulado. Ser ateu ou ser crente não invalida a afirmação destacada;
O agnosticismo é defendida muitas vezes como a posição mais racional. Como muitos agnósticos afirmam:

"Nós não cremos na existência ou não existência de deus. Não há resposta"


Nessa parte encontra-se a falácia agnóstica. Esse pensamento é IMPRATICÁVEL, ou seja, na prática ele não funciona, pois a única maneira de não se ter uma opinião sobre o assunto ou qualquer outro assunto (e o ateísmo e fé são nada mais que opiniões) é NÃO PENSAR NELE.

Ninguém nesse mundo é capaz de encarar qualquer problema e não crer na existência de uma resposta ou na não existência para tal, pois para seguir qualquer linha de raciocínio e seguido ou nao de uma ação é necessario antes tomar uma hipótese como temporariamente verdadeira, para assim validar a hipótese como falsa, ou não. Nossos cérebros funcionam assim. Por isso crentes buscam na fé um constante respaldo para sua crença e os ateus buscam no conjunto de informações empíricas colhidas o respaldo para o que crê. Em todos os casos há uma opinião. E se há tal opinião é porque pensamos no assunto.

Alem de não responder nada, o agnosticismo é também pouco específico sobre onde sua filosofia se aplica. Pois se eu como agnóstico:

"...acredito que a questão da existência ou não de um poder superior (Deus) não foi nem nunca será resolvida."

Também devo:

"...acreditar que a questão da existência ou não de um poder superior (Zeus) não foi nem nunca será resolvida."
"...acreditar que a questão da existência ou não de um poder superior (Fada) não foi nem nunca será resolvida."



Ou seja. Eu interpreto qualquer assunto que não possue evidência conhecida e necessita de fé como inatingível e sem resposta. Ou sejam basicamente qualquer coisa que podemos imaginar.

O agnosticismo, diferentemente de como muitos afirmam, não é a posição mais racional, pois exclui questionamento, exclui reflexão, exclui até mesmo pensar no assunto (quem tem fé pensa sobre isso). Exclui e ignora o que nós somos como pessoas. Seres que pensam. Que buscam a verdade. E se existe tal verdade ou não existe, caberá aos seres que tem opinião e não temem estarem errados ( crentes ou ateus) alcançar.